O IPDMS – Instituto de Pesquisa, Direitos e Movimentos Sociais – Seção Tocantins realiza no dia 05 de setembro uma reunião para discutir a construção do Curso Realidade Brasileira (CRB), no estado do Tocantins, em parceria com a Escola Nacional de Florestan Fernandes (ENFF). A reunião acontece às 19 horas, no Campus da Universidade Federal do Tocantins, Sala 04, Bloco I, em Palmas.

A proposta de realização do CRB no Tocantins está sendo articulada junto com os movimentos sociais do Tocantins, entre estes o MST – Movimento dos Trabalhadores Sem Terra e deverá ser apresentada no I Encontro Regional Norte do IPDMS, previsto para acontecer em novembro deste ano, em Palmas.

O Curso de Realidade Brasileira tem como objetivo a formação política da militância a partir dos estudos desenvolvidos por grandes pensadores brasileiros, visando resgatar o pensamento crítico acerca da realidade cultural, econômica, social e política do nosso país.

A proposta do IPDMS é juntamente com as professoras, professores, pesquisadoras, pesquisadores, profissionais, estudantes das diversas áreas do conhecimento e militantes de movimentos sociais do campo e da cidade, que atuam dentro e fora dos muros da universidade adequar o curso para realidade do Estado do Tocantins.

 

Curso Realidade Brasileira

Realizado pela primeira vez em Juiz de Fora – MG, no ano de 2001, o curso já contou com mais de 50 turmas em todo o Brasil.

O CRB, além de ser um importante instrumento de reflexão acerca da realidade brasileira, busca ser um espaço de articulação política de movimentos e militantes, para assim fortalecer as lutas populares, através da articulação e da compreensão da realidade do nosso povo, da nossa história.

Serão estudados textos e obras de pensadores brasileiros que contribuíram para a construção de um projeto de sociedade para o Brasil.

O Curso se destina a educadores, lideranças e militantes de movimentos sociais, organizações populares, sindicais, pastorais, estudantis e outras entidades da sociedade civil.

Um projeto do povo para o povo.

Mais informações no sitio do IPDMS Tocantins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*